Faça sua reserva: (62) 3983-1010 ou reservas@hotelrealexecutive.com.br

Av. Dona Maria Cardoso, Qd.98, Lt.01, Vila São Tomaz - CEP: 74.925-520. Aparecida de Goiânia/GO

Blog

4 dicas básicas para escolher o vinho certo

3 de outubro de 2023
Por: Trama Digital

Vinhos são um ótimo acompanhamento para qualquer momento, seja um jantar, coquetel ou até mesmo um momento de relaxamento pessoal ou com pessoas próximas. Para quem está em constante contato com outras pessoas em eventos, restaurantes e reuniões mais reservadas, ter um bom vinho disponível é sempre uma boa pedida.

No entanto, a variedade de opções e de combinações podem gerar uma confusão para quem não é especialista e deseja escolher o vinho certo para o momento certo. Por isso, no artigo a seguir vamos te dar 4 dicas básicas para não errar no momento de escolher o melhor vinho.

Vamos lá?

Diferentes tipos de vinho

Quando o assunto são vinhos, a variedade dessas bebidas é incontável: desde diferentes safras, cores, classes até os teores de açúcar e alcoólico podem fazer parte dessa classificação. Dentre essa grande variedade de opções, existem alguns tipos de vinho que são mais comumente consumidos no mundo, por conta da sua versatilidade e capacidade de agradar diferentes paladares.

Entre alguns dos principais tipos de vinho consumidos atualmente, temos:

Tinto: um dos tipos mais conhecidos e consumidos de vinho, que tem esse nome por conta da cor avermelhada, proveniente do processo de extração feito das uvas vermelhas ou roxas. Também é possível encontrar esse tipo de vinho com preços mais acessíveis.

Branco: produzido com a extração das uvas brancas, o vinho branco é outro tipo de vinho conhecido até entre não especialistas. A peculiaridade da produção deste vinho é que ele é produzido sem que a casca da uva faça parte do processo de fermentação.

Seco: considerado uma dos vinhos mais saudáveis, o vinho seco possui um baixo teor de açúcar, sendo esse inclusive um dos seus critérios de produção. Existe ainda o vinho meio-seco, com um teor um pouco mais elevado de glicose.

Rosé: também produzido com uvas tintas, o vinho rosé se diferencia do vinho tinto na sua coloração e sabor, tendo uma tonalidade mais clara e que varia entre o rosa e o laranja. A cor é característica do seu tipo de produção, que também utiliza as cascas da uva para pigmentação.

Espumante: os vinhos espumantes são de uma categoria única por conta da sua alta concentração de dióxido de carbono, que faz com que o vinho borbulhe constantemente. Além do já conhecido champanhe, também existem outros tipos de espumante como prosseco, asti e crémant.

Além disso, cada tipo de vinho ainda possui uma série de classificações próprias dentro de cada categoria. Por isso, a escolha certa pode fazer toda a diferença dependendo do momento.

Como escolher o vinho certo em 4 dicas

Conforme vimos no tópico anterior, vinhos são um drink versátil e que possui diferentes tipos e sabores que se adaptam a qualquer ocasião. Mas, sabendo disso, fica a questão: como escolher o vinho certo mesmo sendo leigo no assunto?

Mesmo não sendo um especialista na área, você ainda pode adotar boas práticas que podem te ajudar a escolher o vinho certo para cada momento. Confira algumas delas.

Observe o acompanhamento

Uma das principais formas de começar a escolha do vinho certo é baseado no acompanhamento deste vinho, em caso das refeições. Dessa forma, você será capaz de escolher com melhor clareza a harmonia certa para uma experiência mais prazerosa para você e para os outros presentes consumindo o vinho.

Por exemplo, é comum que vinhos brancos ou rosé sejam recomendados como acompanhamento para peixes. Por outro lado, o vinho tinto é geralmente recomendado para acompanhar carnes. Se estiver em um restaurante, outra dica importante é perguntar ao garçom que tipo de vinho é geralmente pedido para acompanhar o prato.

Considere a ocasião

Se você estiver em um evento, jantar ou coquetel, uma observação importante é entender o que a ocasião de fato pede em termos de ambientação e sofisticação. Uma dica importante é casar os objetivos e a categoria do evento com aquilo que o vinho pode proporcionar em termos de experiência.

Por exemplo, vinhos com alto teor alcoólico, como é o caso de vinhos licorosos, são pouco recomendados para reuniões mais sérias e amplas, como coquetéis profissionais. Nesse sentido, opte por opções mais leves ou mais intensas, conforme o nível mais ou menos intimista da ocasião ou do evento.

Verifique safra, qualidade e origem

Mesmo que você não seja um especialista, é possível reconhecer vinhos de boa procedência de forma simples. Se possível, pesquise antes o tipo de vinho, a qualidade e a origem para verificar se de fato a escolha possui uma procedência de confiança e bons padrões de qualidade.

Desde a safra, método de produção, localização da vinícola e país no qual é produzido podem ser bons indicativos de qualidade. No Brasil, existem diferentes produtores de vinhos, sendo inclusive referência internacional em alguns tipos de produção.

Se possível, planeje com antecedência

Por fim, se você for o responsável por eventos que de alguma forma comportam o consumo de vinhos, planejar com antecedência as melhores escolhas é outra dica importante. Se estiver ao seu alcance, prove diferentes tipos e, se necessário, tenha um sommelier à disposição para ajudar na escolha dos participantes do evento.

Uma outra dica importante, é sempre ter mais de uma opção de escolha de vinhos à sua disposição, ainda mais se o local não possuir adega própria. Dessa forma, você se protege contra imprevistos e ainda garante que o melhor vinho estará disponível para celebrar a ocasião, seja ela qual for.

Gostou desse artigo? Veja também o nosso post listando 3 dicas chave para escolher o melhor local para o seu evento corporativo!

Como chegar

(62) 3983-1010

reservas@hotelrealexecutive.com.br

2 Adultos, 0 Crianças
Adultos
Crianças
Guardar Informação
Reserve agora, com o melhor preço garantido