Faça sua reserva: (62) 3983-1010 ou [email protected]

Av. Dona Maria Cardoso, Qd.98, Lt.01, Vila São Tomaz - CEP: 74.925-520. Aparecida de Goiânia/GO

Blog

Fique atento à sua bagagem

10 de setembro de 2019 Fique atento à sua bagagem
Por: Trama Digital

 

Na hora de planejar uma viagem e fazer as malas, muitas pessoas pecam por não conferir as regras de bagagem das companhias aéreas e isso pode custar caro. As taxas envolvidas no despacho de bagagens podem causar um rombo no orçamento e para evitar isso, é preciso ficar atento.

Desde 2017, as companhias aéreas têm novas regras de bagagem, que dizem respeito ao peso, tamanho e também ao conteúdo das malas de mão e das bagagens despachadas. Acompanhe as normas gerais abaixo e evite transtornos e prejuízos desnecessários em sua próxima viagem.

Bagagem de mão

Uma das formas de economizar e também ter mais segurança com relação à sua bagagem é levar sempre uma mala de mão com itens essenciais, já que a bagagem despachada sempre envolve um risco de extravio, mesmo que ele seja muito pequeno.

Para as bagagens de mão em voos nacionais, as regras determinam um tamanho de 115 cm, sendo as dimensões de 55x35x25 centímetros (na relação altura x largura x espessura). Qualquer mala maior deve ser despachada, então a primeira coisa a fazer é garantir que sua mala de mão cumpra essas exigências. 

As regras também determinam ítens proibidos e entre eles estão armas, objetos cortantes, produtos inflamáveis e explosivos. Já eletrônicos são permitidos e até recomendados, tanto pelo valor quanto pela facilidade de poder utilizá-los durante a viagem.

O transporte de líquidos também é restrito, sendo que em voos nacionais é possível levar aerossóis de até 300 ml ou gramas, cada. Perfumes devem estar em recipientes de no máximo 500 ml e bebidas alcoólicas em garrafas de até 1 litro. Tudo isso totalizando 5 litros no máximo. Voos internacionais são mais rígidos, podendo levar no máximo 100 ml de qualquer líquido que seja, com um máximo de 1 litro apenas.

Bagagens despachadas

Desde 2017, as companhias aéreas não precisam mais incluir uma franquia de despacho de bagagens no valor da passagem, podendo cobrar à parte, o que criou uma variação nos valores e condições de cada empresa.

A mesma passagem pode ter tarifas diferentes de acordo com as necessidades que você tiver de despacho. Agora, os voos mais baratos não incluem o despacho, e a taxa extra deve ser paga de acordo com o peso de sua mala despachada, sendo que o valor é mais vantajoso se o passageiro comprar a passagem já com a informação do volume de malas que levará na viagem, mas também podendo incluir bagagens no check-in, pagando mais por isso.

Extravio de bagagem

As regras da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) determinam que, em caso de extravio, o passageiro deve comunicar a companhia aérea em até sete dias, por escrito. A companhia deve devolver a bagagem ao passageiro ou pagar uma indenização de acordo com a política de cada empresa. 

Enquanto procura pela mala, a empresa deve oferecer recursos ao passageiro para que ele cubra os gastos imediatos, caso ele esteja no destino e não em sua cidade de residência.

O passageiro insatisfeito com a resposta e a indenização da companhia tem todo o direito de buscar a justiça para cobrir eventuais prejuízos, que podem ser muito grandes dependendo do conteúdo da mala. Para evitar problemas, é sempre melhor manter ítens essenciais na bagagem de mão e, se possível, contratar um seguro para sua bagagem despachada.


Está planejando sua próxima viagem para Goiânia e região? Hospede-se no Hotel Real Executive! Além de bem localizado na cidade, próximo às opções de lazer e aos grandes centros comerciais, industriais e de serviços, o Hotel Real Executive conta com uma estrutura invejável, que oferece conforto aos hóspedes e todas as condições para profissionais em viagem. Conheça a estrutura do Hotel Real e faça sua reserva!

Como chegar

(62) 3983-1010

[email protected]